Temos 11 motivos para seu negócio estar em Compliance
×

11 Motivos para estar em Compliance


 

ATENÇÃO! Se você não estiver em Compliance, seu mundo ficará opıʇɹǝʌuı¡

Inspirado em Stranger Things – Netflix

Você tem 11 motivos para estar em Compliance para que o seu negócio tenha uma base sólida, visto que o Pacto de Integridade e Compliance conta com cinco princípios básicos.

Quais são os 05 Princípios básicos do PICS – Integridade e Compliance?

Garanta sua vaga para o workshop sobre Compliance!

TRANSPARÊNCIA: Consiste no desejo de disponibilizar para as partes interessadas as informações que sejam de seu interesse e não apenas aquelas impostas por disposições de leis ou regulamentos. Não deve restringir-se ao desempenho econômico-financeiro, contemplando também os demais fatores (inclusive intangíveis) que norteiam a ação gerencial e que conduzem à preservação e à otimização do valor da organização.

EQUIDADE: Caracteriza-se pelo tratamento justo e isonômico de todos os sócios, diretores, colaboradores e demais partes interessadas, levando em consideração seus direitos, deveres, necessidades, interesses e expectativas.

PRESTAÇÃO DE CONTAS (ACCOUNTABILITY): As lideranças e demais responsáveis pela organização devem prestar contas de sua atuação de modo claro, conciso, compreensível e tempestivo, assumindo integralmente as consequências de seus atos e omissões e atuando com diligência e responsabilidade no âmbito dos seus papéis.

RESPONSABILIDADE CORPORATIVA: As lideranças e demais responsáveis devem zelar pela viabilidade econômico-financeira das organizações, reduzir as externalidades negativas de seus negócios e suas operações e aumentar as positivas, levando em consideração, no seu modelo de negócio, os diversos capitais (financeiro, manufaturado, intelectual, humano, social, ambiental, reputacional, etc.) no curto, médio e longo prazos.

DELIBERAÇÃO ÉTICA: As ações devem sempre considerar, em todo o processo de tomada de decisão, tanto a identidade da organização quanto os impactos das decisões sobre o conjunto de suas partes interessadas, a sociedade em geral e o meio ambiente, visando o bem comum. Através destes princípios, o compliance torna-se um conjunto de processos interdependentes que permeiam toda a organização, norteando as iniciativas e as ações de cada um no desempenho de suas funções.

O presente Pacto atesta o compromisso das organizações aderidas junto à comunidade e aos mais diversos stakeholders (partes interessadas) e shareholders (acionistas) de toda a carga de obrigações que lhes cabem nas mais diversas áreas, dentre elas: ambiental, ocupacional, de responsabilidade social, segurança na cadeia logística, gestão de energia, segurança de alimentos, antissuborno e anticorrupção, e demais extensões pertinentes.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *