Integração do Sistema de Gestão e os benefícios para a Organização
×

E-book SGI: quando e porque integrar os Sistemas de Gestão?


 
E-book SGI: quando e porque integrar os Sistemas de Gestão?
5 (100%) 1 vote[s]

Sistemas de Gestão Integrada – SGI

Os sistemas de gestão da qualidade, meio ambiente e da saúde e segurança no trabalho são parte integrante do sistema global de gestão da organização. Sendo assim, faz-se necessário a sua integração, a fim de que se obtenham respostas mais efetivas e apropriadas a melhorar o desempenho global da organização. Pode-se facilmente perceber que os resultados dos negócios dependem da integração e harmonia de alguns fatores, tais como os citados abaixo:

Produtos e serviços: Para ser bem sucedida e garantir sua sobrevivência, a organização precisa fornecer produtos e serviços que atendam às necessidades explícitas e implícitas das pessoas.

Uso ativo do dinheiro, tecnologia e posição no mercado: A gestão financeira da organização tem que ser eficaz, de tal forma a torná-la capaz de saldar seu compromissos com fornecedores, funcionários e o Estado, e também capaz de assegurar lucros para os acionistas. O uso da tecnologia é elemento extremamente importante para colocar ou não a organização numa posição vantajosa frente a seus concorrentes. A tecnologia pode permitir a colocação no mercado de produtos mais competitivos, além de poder reduzir sensivelmente os custos de produção.

Relações humanas: A base de toda organização são seus funcionários, são eles os responsáveis por todas as atividades desde a aquisição de mercadorias até a entrega do produto ou serviço ao cliente. Neste contexto, cabe à organização criar continuamente um ambiente propício ao bom desempenho das pessoas, através do respeito às pessoas como seres humanos, da satisfação de suas necessidades básicas.  A segurança é um fator importante que influencia o desempenho e a produtividade das pessoas. Desse modo, ela deve ocupar lugar de destaque e ser tema do planejamento e decisões estratégicas da organização.

Relações com fornecedores e clientes: Qualquer organização só existe para satisfazer as necessidades de seus clientes. Tal satisfação só será assegurada por um elevado nível de qualidade de toda a cadeia organizacional: desde os fornecedores, passando por todas as etapas do processo produtivo, até a entrega do produto ou serviço ao consumidor. Por melhor que possam ser os projetos e os processos produtivos, a qualidade jamais será satisfatória se os materiais e serviços recebidos não forem alto nível de qualidade.

A organização deve estabelecer com fornecedores e clientes uma relação de parceria, confiança e, por consequência, de longa duração. Esta relação tem que caracterizar-se pelo fato de todas as partes ganharem. Só assim, poder-se-á assegurar a sobrevivência de todos a longo prazo.

Meio ambiente e processos: É do meio ambiente que todas as espécies vivas tiram os elementos necessários à sua sobrevivência. Os recursos naturais devem ser usados de maneira racional, causando-se o mínimo impacto possível e tomando-se os cuidados necessários para não comprometer a capacidade das gerações atuais e futuras satisfazerem suas necessidades. Além do mais, com o aumento da poluição e com o esgotamento de vários recursos naturais, a legislação ambiental na ampla maioria dos países do mundo vem se tornando cada vez mais exigente e restritiva, imputando a quem degrada o meio ambiente severas penalidades.

A questão ambiental se não for tratada com a devida atenção pode se tornar numa fonte de aumento de custos, perda de competitividade, pelo fato de associar-se à organização a imagem de poluidora e destrutora do meio ambiente, e, até mesmo, na inviabilização do negócio, por exemplo, pela simples cassação do direito de operar.

Relação entre as Normas ISO: 9001 / 14001 / 45001

Há muito em comum entre os três sistemas de gestão analisados, o que não é simples coincidência. Os três seguem os Princípios para Gestão da Qualidade. Relembrando, alguns princípios:

  • Organização focalizada no consumidor.
  • Liderança.
  • Envolvimento das pessoas.
  • Abordagem por processos.
  • Abordagem sistêmica para a gestão.
  • Melhoramento contínuo
  • Abordagem factual para a tomada de decisão.
  • Relacionamentos com os fornecedores mutuamente benéficos.

Processos Organizacionais conforme o SGI

Toda organização é constituída de uma série de processos, são eles os responsáveis por tudo, de benéfico ou adverso, que a organização produz. A melhoria contínua dos processos é o único meio de se obter a melhoria contínua do desempenho ambiental, das condições de saúde e segurança no trabalho e da qualidade de produtos ou serviços.

Os processos devem ser continuamente monitorados, a fim de se avaliar suas condições de operação, se continuam atendendo aos requisitos especificados, se continuam apresentando somente riscos toleráveis às partes interessadas, se continuam produzindo impacto ambiental insignificante, se continuam operando dentro do custo esperado. O monitoramento contínuo permite a identificação de tendências que poderão levar a futuros desvios operacionais. A gestão dos negócios a partir de uma abordagem por processos, permite que se procurem falhas no processo e não culpados.

Fica, portanto, claro que todos os sistemas da organização são apenas meios para o alcance da missão desta: a sobrevivência. É, então, imperativo que todos coexistam de forma integrada e harmônica, cumprindo cada qual a sua missão e assistindo e suportando aos demais sistemas para que cumpram suas.

Saiba mais, lendo o e-book sobre SGI, gratuitamente!


Blog VG