Resíduos sólidos: Software faz toda a diferença na gestão

Categoria(s): Gerenciamento de resíduos / Noticias /
Avalie este post

Consumimos muito produto manufaturado que, consequentemente, gera uma grande quantidade de resíduos que podem ser reaproveitados. As empresas, por sua vez, não sabem o que fazer com esses resíduos, perdendo dinheiro e a oportunidade de fazer novos negócios com esse material que vai ser descartado. Observando esse cenário, a Startup VG Resíduos propôs uma solução inovadora para o gerenciamento de resíduos sólidos: um software de resíduos totalmente online agregado à um marketplace.

O objetivo da VG Resíduos é oferecer às organizações não apenas o gerenciamento, mas também intermediar a compra e venda das sobras de produção, uma vez que as organizações pagam caro para levar o resíduo ao aterro e não conseguem obter muito aproveitamento destas sobras. Outro aspecto relevante é quando ocorre o excesso de produção, levando as organizações a empreender alto recurso para estocar e preparar a logística do transporte.

Atuação do software de resíduos

A operação do VG Resíduos cresceu consideravelmente no último ano. Atualmente, o software possui 210 clientes e 359 cadastros de empresas que compram resíduos sólidos. Sua atuação no mercado tem chamado a atenção de muitos investidores, sendo inclusive muito elogiada no 100 Open Startups ao alcançar o terceiro lugar no ranking das 100 melhores startups do Brasil.

Segundo o CEO da VG Resíduos, Guilherme Arruda, o negócio é beneficiado pela “onda sustentável”, quando o governo federal tornou lei a Política Nacional de Resíduos sólidos em 2010. Dessa forma, o software oferece às organizações uma maneira prática e inovadora no gerenciamento dos resíduos, garantindo a destinação adequada e ambientalmente correta para as sobras das produções. A VG Bioenergia – empresa do grupo Verde Ghaia e utilizadora do VG Resíduos, por exemplo, faz a gestão de 4 mil toneladas de resíduos por mês. Além de 86 mil litros de resíduos de efluentes, 34 mil m³ de entulho (principalmente caçambas de construção civil) e 6,9 mil unidades de lâmpadas e baterias. Esse valor pode parecer muito, mas o potencial do mercado é bem maior do que pensamos.

O gerenciamento dos resíduos é feito pelo software que funciona de modo online em desktop e mobile. O usuário do software deve registrar todos os itens solicitados pelo sistema, que automaticamente irá gerar relatórios para os órgãos ambientais. Segundo Guilherme Arruda, a plataforma foi pensada e desenhada conforme o ramo de atividade de cada empresa, principalmente para aquelas que são obrigadas a informar o que geraram (resolução CONAMA Nº 313/2002).

 

O que a Legislação obriga

A plataforma oferece aos usuários orientações e meios de obedecer a legislação vigente, de modo que os tratadores dos resíduos correspondam às exigências das regras ambientais. E uma das formas de garantir que a empresa obedeça às normas é o SELO de Validação Verde Ghaia. Este selo valida o comprador, além de abranger desde a geração até a destinação final do resíduo, controlando quantidade gerada, período, formas de destinação e a emissão do manifesto de transporte para conduzir o resíduo de um local ao outro. “A nossa missão é criar uma proximidade maior entre as geradoras e as tratadoras”, comenta Guilherme Arruda.

 

Venda e compra dos resíduos

Em 2014, o Brasil produziu aproximadamente 79 milhões de toneladas de resíduos, podendo ser considerado um fator de alto risco para muitas empresas, pois além da gestão dos resíduos ser complexa, a destinação e a venda que não respeitam as normas ambientais podem gerar multas e danos irreparáveis. Um tipo de resíduo que pode causar grandes danos, são os materiais contaminados. Estes por sua vez, podem servir como combustível em fornos de cimento, por exemplo. No entanto, é necessário que a cimenteira tenha um certificado de destinação do resíduo, resguardando o gerador de que o tratamento foi adequado e condizente com as normas. É neste momento que o VG Resíduos faz a intermediação entre as empresas tratadoras e as geradoras, filtrando as empresas licenciadas, válidas, com certificação INMETRO dos veículos e com documentos do processo válidos.

É importante ressaltar que no mercado de resíduos, os geradores exigem que seus tratadores tenham credibilidade quanto ao tratamento destes materiais, demonstrando como faz seu gerenciamento. É neste momento que a plataforma VG Resíduos agrega valor, funcionalidade e transparência para ambos as empresas.

Resíduos Sólidos: Mercado em Expansão

Se houvesse investimento nessa área, o Brasil poderia economizar cerca de 8 bilhões de reais por ano, porém atualmente apenas 3% dos resíduos são destinados à reciclagem. Além disso, outro grave problema são as próprias empresas que mantém o gerenciamento manualmente, através de planilhas de Excel. As empresas precisam entender que ao fazerem uso do software, seus colaboradores não serão substituídos, ao contrário, eles terão mais tempo e condições de avaliarem o gerenciamento feito e implementar melhorias necessárias.

Guilherme Arruda enumera que o essencial é mostrar às empresas que elas podem diminuir seus custos e riscos em questão de multas e diminuir os impactos ambientais de suas atividades. É uma forma de se prevenir os danos às empresas e à sociedade.

Compartilhe:

        

Você sabe tudo sobre a Verde Ghaia?
Teste seus conhecimentos no quiz abaixo!


0 Comentários

Deixe o seu comentário!