×

Como combater as lesões relacionadas aos brinquedos das crianças?


 
Como combater as lesões relacionadas aos brinquedos das crianças?
5 (100%) 3 vote[s]

Como saber quais são os brinquedos apropriados para as crianças? Os brinquedos são os tesouros da infância. Mas, se você não tiver cuidado, brinquedos podem ser perigosos também.

Sabendo quais perigos relacionados com certos brinquedos e faixas etárias pode ajudar os pais a proteger seus filhos de lesões. Portanto, a ISO / TR 8124-8 tem como objetivo, conceber idade apropriada a cada tipo de brinquedo, com o mais alto nível de segurança em mente.

Como combater as lesões relacionadas aos brinquedos das crianças?

Você já foi ferido enquanto brincava com um brinquedo quando criança? Alguma vez você já engoliu pedaço de algum brinquedo. Raspou seu joelho brincando no escorregador. Feriu seu olho com algum brinquedo. Brincou com alguma massinha tóxica. Não se engane, isso não aconteceu só com você. Lesões com brinquedo são comuns do que imaginamos.

De acordo com um estudo de 2014, mais de três milhões de crianças norte-americanas foram tratadas nos serviços de emergência por um acidente com brinquedo, de 1990 a 2011. Um pouco mais de metade das lesões são para crianças com idade inferior a seis anos.

Então, quais são os tipos de brinquedos perigosos para a saúde e segurança que estão nas prateleiras? Um dos perigos mais proeminentes são aqueles com peças muito pequenas. Estes são particularmente perigosos para as crianças com menos de três anos. Brinquedos com peças pequenas, projetado para crianças mais velhas, pode causar asfixia, quando um pequeno os coloca em sua boca.

Como saber a idade apropriada?

Infelizmente, nem todos os brinquedos são seguros ou apropriado para a idade. A lesão resulta muitas vezes, quando um brinquedo é mal utilizado ou usado por crianças de idade inferior, estabelecido pelo brinquedo. Isto é muito trágico, considerando o quanto esforço vale para proteger os membros mais jovens da sociedade.

Fabricantes de brinquedos precisam estar cientes de que as crianças de diferentes idades têm diferentes habilidades, interesses, preferências e pontos fortes. Eles também precisam considerar que a segurança das crianças confia em dar-lhes o direito para atender à essas características.  Os fornecedores devem indicar claramente a adequação da idade em brinquedos. E eles devem fazê-lo, com base em fontes confiáveis, tais como normas e avaliação profissional. E não se deve ter suposições.

A determinação da idade é um fator importante para garantir que os brinquedos são adequados e seguros para os seus utilizadores.  Garantias e normas que dão orientações quanto à adequação da idade de certos brinquedos podem ter um impacto positivo significativo sobre a segurança dos brinquedos no mercado. Estas salvaguardas podem também contribuir para um declínio dramático nos ferimentos relacionados com o brinquedo.

Divergindo Normas

A classificação etária dos brinquedos tem sido uma das tarefas mais subjetivas para os fabricantes, retalhistas, importadores e laboratórios de testes. Divergentes normas nacionais e regionais apenas complicaram ainda mais as coisas, oferecendo nenhuma fonte única de informações confiáveis.

Durante décadas, tem havido uma falta de uma fonte de informação confiável, que dá orientação sobre qual a idade das crianças para um determinado brinquedo. Existem alguns materiais de referência, mas a maioria está fora de uso. Em outras regiões, não há uniformidade na forma como a determinação da idade é conduzida.

Deixando de lado a falta de normas harmonizadas, alguns fabricantes de brinquedos também podem enfrentar desvantagens devido ao tamanho. Fornecedores maiores, e talvez alguns órgãos do governo, provavelmente não têm especialistas que realizam a determinação da idade enquanto que os fornecedores menores provavelmente não.

No entanto, apesar de todos esses problemas, a determinação da idade é um passo crítico na distribuição de brinquedos dos produtos para um número de razões.

Confiança na hora de comprar o brinquedo

Em um esforço para promover o alinhamento dos requisitos globais de segurança dos brinquedos, a ISO publicou a norma ISO / TR 8124-8. Esta norma determina a faixa etária para os brinquedos infantis. Além disso, a norma específica os requisitos com base no desenvolvimento cognitivo, estágios e habilidades das crianças.

A ISO / TR 8124-8 é a oitava parte da série ISO 8124 de normas relativas à segurança dos brinquedos. Ela também fornece uma solução abrangente para questões de classificação etária, levando em conta a atualidade e experiência comportamental.

As outras sete partes da série especificam os requisitos e métodos de ensaio para as diferentes categorias de perigos ou brinquedos. Estas normas se tornaram influentes no desenvolvimento de requisitos para brinquedos em todo o mundo. São normas adotadas hoje, por muitos países, além de serem usadas na criação de normas internas para as organizações ou regulamentos nacionais.

Fabricação de produtos de segurança

Confiança na hora de comprar o brinquedo

A ISO fornece uma ferramenta adicional e importante. Ela estabelece o uso e determina a idade apropriada para cada produto.  A ISO / TR 8124-8  também é vista como o documento mais atualizado. Neste estão inclusas as orientações para novas tecnologias (eletrônica, computadores, software) que tem sido incorporadas aos brinquedos “.

Ressalta-se que o relatório técnico é importante. Visto que ele é um documento de consenso internacional. Isto signigica que é seu papel recolher e representar diferentes pontos de vista e culturas, em todo o mundo.

Responsabilidade dos pais

O adulto, por sua vez, deixa passar despercebido brinquedos que causam risco a segurança e saúde das criancas. Os riscos mais comuns são de asfixia para as crianças de até quatro anos. Muitos brinquedos tem determinado a recomendação da idade, ao invés do nível de desenvolvimento cognitivo. Outra orientação dada aos pais é considerar o tamanho das peças, caso haja ruptura do brinquedo.

O ponto mais crítico é crucial é como monitorar tudo isso, uma vez que há milhões de brinquedos a venda, e centenas de novos chegando ao mercado. Embora pensemos que seja algo para os fabricantes informarem através de etiquetas de advertência, os pais devem respeitar as normas estabelecidas.

Sendo assim, ao escolher brinquedos apropriados à idade, como a exigência de se usar capacete, os pais reduzem o risco de lesão. Afinal, brinquedos devem ser divertidos para as crianças. Eles não devem ser perigosos ou causar danos desnecessários. Somos capazes de avaliar as informações e precaver a segurança dos pequenos.

 Paula Baptista / Consultoria e Projetos Especiais – Grupo Verde Ghaia

______________

Para mais informações acesse:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *