×

Higienização de reservatórios: por que ela é tão importante para a sua empresa?


 
Higienização de reservatórios: por que ela é tão importante para a sua empresa?
5 (100%) 3 vote[s]

Se você possui uma empresa, seja de qual segmento for e independente do seu tamanho, uma preocupação constante deve ser com a higienização dos reservatórios de água e bebedouros, pois estes podem causar sérios problemas à saúde pública, bem como contribuir para o surgimento de pragas urbanas.

Higienização de reservatórios: por que ela é tão importante para a sua empresa?

Higienização de reservatórios de água e bebedouros

O próprio Ministério da Saúde destaca a periodicidade e os procedimentos para a limpeza, além de existir uma Norma ISO que busca orientar a gestão quanto à saúde e segurança ocupacional (SSO), assegurando aos colaboradores melhores condições de trabalho: a norma ISO 45001. Tudo isso diz respeito diretamente à limpeza e à higienização dos reservatórios de água e bebedouros, pois a água é elemento essencial na composição corporal de qualquer organismo vivo. Presente em até 65% do corpo humano, sua reposição é fundamental para manutenção da saúde dos órgãos internos. Não obstante é chamada de a “fonte da juventude”.

Portanto, neste artigo vamos falar como sua empresa pode garantir segurança, saúde e qualidade para seus clientes, colaboradores e fornecedores. E uma boa maneira de começar isso é tendo o conhecimento de como realizar essa higienização, passando pelo entendimento da importância da qualidade da água e de se tomar medidas preventivas em seu negócio. E como complemento, ainda vamos falar sobre a norma ISO 45001, que pode te ajudar na eficácia de todo esse processo ao ter como foco a gestão de riscos.      

Como definir a qualidade da água

Todo o processo que ocorre desde a captação da água na fonte até a entrega ao consumidor final, seja ele residencial ou empresarial, demanda investimento, tempo e disponibilidade de recursos. O transporte, feito por tubulações clorificadas, formam a rede de distribuição que deveria garantir a qualidade da água que é servida à população com acesso à rede básica.

Porém, nem sempre as condições encontradas nos tanques de armazenamento da rede pública são as ideais: a falta de manutenção, as alterações causadas por intempéries climáticas nos rios e fontes, bem como o lançamento irregular de dejetos nesses leitos podem promover a proliferação de bactérias.

Além disso, é preciso uma certa vigilância com relação aos compartimentos de armazenamento da mesma, já que os insetos causadores de pragas urbanas, como Dengue, Zika Virus, Doença de Chagas, entre outros, encontram nestes ambientes as condições ideais para sua reprodução. A ausência de medidas preventivas pode acarretar ainda em focos de transmissão dessas doenças.

Importância de se tomar medidas preventivas

A higienização de reservatórios de água e bebedouros deve ser item prioritário na definição de um calendário de uma empresa. Isso ajuda a diminuir o número de ausências dos seus colaboradores por problemas de saúde causados por pragas urbanas e bactérias.

Em reservatórios, como caixas d’águas, é necessário que haja o cuidado de evitar que esses recipientes permaneçam abertos ou desprotegidos de tampas. É na agua parada que o Aedes Aegypti, mosquito transmissor de doenças como Dengue, Chikungunya e Zica, encontra as condições perfeitas para a sua reprodução. Condições essas que favorecem surtos das doenças citadas acima.

Em bebedouros, o cuidado a ser tomado é para evitar que o mesmo se torne um ambiente ideal para o Triatoma infestans, nome científico dado ao inseto conhecido como Barbeiro. Através de suas fezes é feita a transmissão da Doenças de Chagas. O Brasil, desde 2006, recebeu o certificado internacional de interrupção da doença. Isso ocorreu devido a ações sistematizadas que vem sendo executadas desde 1975. Essas ações estão inclusas nas medidas preventivas de higienização que deverão são tomadas em seus reservatórios e de água e bebedouros.

Periodicidade recomendada das medidas de higienização

Estas manutenções devem ser feitas periodicamente a cada 6 meses, segundo recomendações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), vinculada ao Ministério da Saúde (no infográfico você tem o passo a passo de como fazer uma desinfecção regular em uma caixa d’água de acordo com este órgão).

Entretanto, é necessária que exista uma análise da situação como um todo, observando o volume de utilização e verificando as condições dos itens para que essa higienização seja feita em períodos menores, caso necessário.

A higienização pode ser feita pelo funcionário responsável, caso haja no quadro de funcionários, ou pela contratação de uma empresa especializada que realizará um planejamento e executar possíveis desinfecções, bem como monitorar o ambiente à procura de problemas relacionados às pragas urbanas. Assim, investindo no bem-estar dos colaboradores e do meio ambiente é que sua empresa vai se transformar em referência no combate a doenças causadas por essas pragas.

É extremamente importante também que seja feita uma ação preventiva, procurando executar cuidados básicos como a vedação destes recipientes para evitar a entrada de larvas.

Em bebedouros, fica fácil observar quando a qualidade da água está fora dos padrões, bastando para isso analisar o odor forte e desagradável e o gosto adulterado.  É preciso cuidado também com o acúmulo de resíduos no fundo destes recipientes, já que pode resultar em problemas de saúde a quem ingerir seu conteúdo, além de provocar prejuízos por entupimentos dos mecanismos de purificação.

ISO 45001: manter a saúde e segurança dos colaboradores

Todas estas medidas significam cuidado com os seus colaboradores, mas também com seus clientes, fornecedores e com a sociedade como um todo. Para que você esteja dentro dos padrões necessários, inclusive a nível internacional, existe uma norma ISO específica que enfatiza o gerenciamento de riscos de sistema de gestão de saúde e segurança ocupacional, cujo objetivo é permitir que uma organização forneça locais de trabalho seguros e saudáveis que previnam lesões e doenças ocupacionais: é a norma ISO 45001.

O interessante desta norma é que ao obter a certificação ISO 45001, você muda a maneira de reagir aos riscos: o que antes era de maneira reativa, agora passa a ser preventiva. Por exemplo, se antes você só limpava e higienizava seus reservatórios quando recebia a visita de algum fiscal, ou quando algumas pessoas que frequentavam seu ambiente de trabalho começavam a ficar doentes, ou quando viu na TV que era necessária ser feita a limpeza porque havia uma epidemia de dengue, você agia de maneira reativa. Você só age depois, que algo (geralmente ruim) aconteceu.

Pela norma ISO 45001, você age de maneira a prevenir que qualquer tipo de risco ocorra em sua organização e que possa vir a prejudicar seu negócio, de maneira contínua e proativa. Ou seja, você vai garantir um ambiente de trabalho seguro e de qualidade para todos aqueles que tenham acesso ao local, sejam clientes, fornecedores ou colaboradores, por exemplo.

Conte com a ajuda da Verde Ghaia para ajudá-lo na sua gestão

A Verde Ghaia, empresa há mais de 20 anos no mercado de assessoria em Gestão Integrada, especializada nas áreas de Meio Ambiente, Saúde e Segurança do Trabalho, Responsabilidade Social, Qualidade, Segurança de Alimentos, Sustentabilidade e Mudanças Climáticas, e com mais de 2 mil clientes em todo Brasil e também América Latina e África, desenvolveu através de metodologia própria e utilizando o que existe de mais moderno em sistema de gestão, a plataforma SOGI –  o software online de gestão integrada da Verde Ghaia.

O SOGI possui dois módulos que podem te ajudar na gestão de riscos e Perigos e Riscos à  Saúde e Segurança do seu colaborador.

Módulo Gestão de Riscos: ele segue as determinações da ISO 45001, e também permite que você crie ações preventivas, corretivas, emergenciais, ou ainda personalize ações e também defina responsáveis e prazos para cada uma delas; e

Módulo PRSST (Perigos e Riscos da Saúde e Segurança no Trabalho): auxilia a identificar, avaliar a significância e monitorar os perigos e riscos de acidentes, incidentes e doenças ocupacionais que possa existir em sua organização.

Entre as várias funcionalidades destes módulos, uma delas é ajudar você a organizar todo o cronograma da sua empresa, demonstrando que você e sua organização se preocupam com a saúde e segurança dos seus colaboradores e que buscam sempre oferecer as melhores condições de trabalho a eles. E não somente isso, que também se preocupa com a sociedade, pois cuida do bem mais precioso que temos: a água, evitando assim que sua empresa seja responsável por proliferação de doenças ou pragas. Portanto, preocupe-se sim com a higienização dos reservatórios de água e bebedouros e com a Saúde e Segurança dos seus colaboradores!

Entre em contato agora mesmo com um de nossos consultores que eles irão te explicar tudo com mais detalhes, especialmente como adquirir os Módulos do SOGI que sejam mais adequados para seu negócio, a fim de alcançar também todos os resultados excelentes que os nossos clientes já possuem.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *