Arquivos ISO 9001 | Grupo Verde Ghaia
×

Acabe com suas dúvidas sobre a ISO 9001:2015


 

A Migração e Implementação da nova versão da ISO 9001:2015, está chegando ao fim. Com isso, os serviços de consultoria estão sendo super disputados no mercado.

Deivison Pedroza, Ceo do Grupo Verde Ghaia, comentou em um dos nossos posts sobre o assunto. E ainda deu dicas, para aquelas organizações que estão correndo atrás do tempo. E uma de suas dicas é a facilidade de se fazer implementação e migração através de Consultoria Online, devido a agilidade e redução de custos.

Acabe com suas dúvidas sobre a ISO 9001:2015

DÚVIDAS SOBRE A ISO 9001:2015 

A Verde Ghaia sempre foi adepta à Tecnologia, participando de muitos eventos sobre inovação e empreendedorismo. Portanto, para o Grupo quando se fala em consultoria online, estamos falando de redução de gastos, significativos. Contudo, mantendo a mesma qualidade de credibilidade de uma consultoria presencial.

Através dessa nova metodologia, muitas organizações têm aderido à consultoria Online. Principalmente as micro e pequenas empresas, pois perceberam a possibilidade de serem competitivas no mercado. Além disso, se conscientizaram que a certificação é muito mais que um papel dependurado na parede. É uma forma de viabilizar os processos internos e externos de maneira organizada, em conjunto com um plano de gestão eficiente e ágil, contribuindo para o crescimento da sua organização.

Apensar de ser um processo comum, ainda existem muitas dúvidas. Vale a pena conferir nosso post sobre o pós e os contras de uma consultoria 100% Online.

Perguntas feitas aos nossos Consultores

Com a nova versão da ISO 9001:2015, a caixa de e-mail dos nossos consultores ficaram lotadas. Além disso, o nosso chat choveu de perguntas. Com isso, pensamos em fazer tira dúvida para os nosso leitores. Afinal, essas perguntas podem também, fazer parte das dúvidas de vocês.

Confira: Como solucionar 13 dúvidas sobre a ISO 9001. Nesse link, você encontra perguntas e respostas sobre os mais diversos procedimentos. Tais como, certificação, indicadores, auditoria, plano de ação, Risco e oportunidades e muito mais. Aproveite par esclarecer suas dúvidas e realizar práticas mais assertivas.

Quer saber mais sobre as novas versões das normas?
Confira o material orientativo que a equipe de Consultoria Técnica e Jurídica da Verde Ghaia preparou:

Ebook – ISO 9001:2015

e-book iso 9001 versão 2015 grátis


Gestão de Riscos e Oportunidades nas versões ISO 9001 E 14001


 

Gestão de Risco é uma das grandes mudanças que envolveu as novas versões das normas de qualidade e meio ambiente foi a necessidade da gestão de riscos e oportunidades. Posto que, nas versões antigas, não era abordado. Mas afinal, o que seria riscos e oportunidades?

Gestão de Riscos e Oportunidades nas versões ISO 9001 E 14001

Gestão de Risco: ameaças e oportunidades

De acordo com a ABNT NBR ISO 14001, Riscos e oportunidades são efeitos potenciais adversos (ameaças) e efeitos benéficos (oportunidades). No caso de riscos, a gestão tem caráter preventivo. isto explica a não exigência de ações preventivas. Entretanto, essa análise/avaliação deve ser feita, por exemplo, para:

Processos,
Requisitos Legais,
Aspectos e Impactos,
Negócio.

Riscos e oportunidades atrelados aos processos serão oriundos do mapeamento de processos. Ao se descrever todas as atividades realizadas em cada processo, deve-se em seguida, identificár o que pode ser melhorado (oportunidades). Assim como, as futuras possíveis, falhas (risco).

Levantamento das legislações aplicáveis

Gestão de Risco e oportunidade de requisitos legais poderão ser identificados a partir do levantamento das legislações aplicáveis à atividade da organização. Sendo que, para aspectos e impactos, também serão identificados no levantamento de aspectos e impactos as atividades/processos da organização.

E para o negócio, a identificação será feita através do planejamento estratégico. Este, portanto, é realizado pela , que deverá levar em conta as variáveis pertinentes ao negócio. Sendo elas:

Mercado,
Tecnologia,
Recursos Financeiros,
Recursos Intelectuais,
Recursos Humanos na Organização,
Expectativas atuais e futuras,
Experiências Passadas.

É importante lembrar que todos os riscos e oportunidades identificados deverão ser tratados. Assim como, conter planos de ação, avaliação de eficácia, monitoramento e análise crítica.

Ressalta-se, no entanto, que muitas empresas avaliam apenas os riscos negativos. Deve-se, porém, considerar imprescindível a avaliação das oportunidades, pois são elas que possibilitarão a melhoria nos processos. Cabendo a cada organização estabelecer, implementar e manter processo adequado. De modo que, cada organização seja capaz de gerenciar seus riscos. Para saber mais acesse o nosso site e informe-se mais sobre a Gestão de Riscos das Normas 9001:2015 e 14001:2015.


Flávia Gomes de Magalhães
Graduanda em Engenharia Ambiental


Quer saber mais sobre as novas versões das normas?

Confira o material orientativo que a equipe de Consultoria Técnica e Jurídica da Verde Ghaia preparou:

 

e-book iso 9001 versão 2015 grátis e-book iso 14001:2015 grátis
E-BOOK ISO 9001 E-BOOK ISO 14001

Quais as exigências da nova ISO 9001:2015 que vão influenciar o seu negócio?


 
 

 

As empresas tinham até setembro de 2018 para se adequarem à nova versão da norma.  No entanto, muitas  deixaram para depois, por falta de planejamento, recurso ou problemas internos que impediram a continuidade do processo de migração. Embora o tempo tenha chegado do fim, ainda é possível ser uma empresa certificada novamente.

O que é a ISO 9001:2015?

Entender como alguns conceitos funcionam na prática e que estejam claros para todos os profissionais interessados na ISO 9001 é fundamental para que a organização se adeque e alcance a certificação ISO. Destacamos que a norma mais conhecida e aplicada em todo mundo para melhoria da qualidade dos processos de uma organização é a norma 9001:2015.

A ISO 9001 versão 2015 foi publicada em setembro de 2015 com o objetivo de manter a norma sempre relevante e atualizada com as novas exigências do mercado, dos clientes e das partes interessadas. A norma define critérios para implantação de um Sistema de Gestão da Qualidade e certificação internacional. Atualmente, mais de 1 milhão empresas, de 170 países, são certificadas na norma ISO 9001.

Para que serve a ISO 9001:2015?

norma ISO 9001:2015 define os requisitos para garantir padrões de qualidade com o objetivo de buscar a satisfação dos clientes e a melhoria contínua do desempenho das empresas. A implantação de um Sistema de Gestão da Qualidade e a certificação na norma proporcionam inúmeros benefícios para as organizações. Entenda como a ISO 9001 pode ajudar na gestão de sua empresa:

  • Avaliar e mensurar resultados buscando a melhoria da performance da organização;
  • Mapear e corrigir desvios, visando à melhoria contínua;
  • Melhor gestão das atividades, dos processos, da documentação e dos recursos da empresa;
  • Melhorar a satisfação dos clientes;
  • Evitar desperdícios e retrabalhos;
  • Diferencial de mercado.

Conheça as Mudanças ocorridas na Norma ISO 9001

1987 – Norma que define modelos para garantia da Qualidade em projeto, desenvolvimento, produção, instalação e serviços associados, com foco nas organizações voltadas para criação de novos produtos.

1994 – Publicada norma que define critérios para implantação de Sistema de Gestão da Qualidade e certificação internacional.

2000 – Esta versão da ISO 9001 integrou as normas 9002 e 9003 e, entre outras mudanças, tinha a proposta de ser mais abrangente, com aplicação para produtos e serviços e maior compatibilidade com a ISO 14001.

Esta norma vem para solucionar as dificuldades com as normas anteriores que exigia muito papel e poucos resultados práticos.

2008 – Esta versão buscou aprimorar a anterior, trazendo texto mais claro a respeito de “Abordagem de Processo”, “Requisitos Regulamentares” e reforça a compatibilidade com a ISO 14001.

2015 – a nova versão da ISO 9001 foi publicada em setembro de 2015 apresenta uma norma modernizada, que vai de encontro às novas tendências de qualidade e amplia a importância desse sistema de gestão para os resultados das organizações. Entre os itens que se destacam na iso 9001 versão 2015 estão: avaliação de riscos, geração de resultados, feedback dos stackholders, alinhamento com outras normas ISO e flexibilização de documentação.

Quais foram as mudanças ocorridas na ISO 9001:2008 para a ISO 9001:2015?

E para te ajudar nessa jornada, a Equipe da Consultoria da Verde Ghaia elaborou alguns tópicos importantes, que vão contribuir no processo de certificação ISO 9001:2015. Assim, você poderá realizar a sua implementação da melhor forma possível. E, em caso de dúvida, não hesite em deixar um comentário ao final do post que responderemos o quanto antes!

Inicialmente, a mudança teve como  foco principal, enfatizar mais ainda a responsabilidade da Alta Direção. Exigindo que ela se posicione para que haja eficácia no sistema de gestão e nos processos terceirizados Desse modo, a Liderança passa a estar presente no topo do sistema, assumindo responsabilidade para direcionar e motivos os seus colaboradores rumo aos objetivos e metas.

Podemos inferir, que o SG da Qualidade estará mais alinhado às estratégias do negócio da organização. Consequentemente, o desempenho da organização irá melhorá e assim,  incorporar o processo de melhoria contínua ao longo do tempo. Devemos, no entanto, destacar a gestão de oportunidades e risco ao sistema de gestão, como uma oportunidade de governança. É desse modo, que a norma garante que os riscos sejam considerados, visando que a organização alcance os resultados pretendidos e assim, o SGQ passa a fazer parte do Planejamento estratégico da organização.

O que a ISO 9001: 2015 exige das organizações?

estaca-se outro fatos importante, a padronização dos requisitos normativos, em relação a abordagem integrada das normas. Isto porque, a ISO9001 deve ser vista como  a “mãe” das demais normas e por isso, passa a ser uma facilitadora para a implementação do SG Integrado, por exemplo, ISO 14001, ISO45001. O objetivo da integração é proporcionar às organizações uma visão completa de seus processos e economia de recursos. Vale a pena acessar o e-book da Verde Ghaia, que aborda as principais mudanças.

Pontuando algumas mudanças significativas

1. Princípios da Qualidade

A Gestão da Qualidade se apresenta diante de 7 Princípios, e não mais 8 Princípios. São considerados os 07 Princípios da Norma ISO 9001 2015:

Cliente
Liderança
Envolvimento de pessoas
Enfoque baseado em processo
Melhoria
Tomada de Decisão baseada em Evidências
Gerenciamento de Relacionamento

https://www.youtube.com/watch?v=FlD6Kdztu0s&t=579s

2. Anexo SL

Essa é uma das principais mudanças da versão 9001:2015.
Para facilitar o processo de implementação e também de auditorias internas e externas, as normas ISO virão com seus requisitos organizados da mesma forma, por exemplo, Requisito 4 que aborda o Contexto da Organização em todas as normas e o Requisito que aborda o item 7 sobre Apoio e assim por diante.

3. Liderança

Agora a liderança é chamada para uma maior responsabilidade nos processos do sistema de gestão. A alta direção deve estar alinhada e ser responsável pelas melhorias contínuas sugeridas pela norma. Não é mais exigido um RD – Representante da Direção, mas sim, um gerenciamento sênior que deve prestar contas ao Sistema de Gestão de Qualidade.

4. Planejamento

Nesse processo, a Organização deve definir os seus riscos e as oportunidades de cada área que faz parte do escopo do sistema de gestão.
Então, é hora de definir estes riscos e oportunidades, verificar o índice destes  impacto na empresa e fazer planos de ação.

Desse modo, busca-se a prevenção dos riscos passíveis a atividade da organização. O risco é pensado precisamente, de modo que haja uma ação preventiva no planejamento estratégico, possibilitando às organizações se adequarem conforme às suas necessidades.

5. Abordagem de processo

Este conceito é abordado como uma subcláusula com a nomenclatura “Gestão da Qualidade e seus Processos”, contendo dez requisitos essenciais, bem como a sua qualificação. A abordagem de processos compreende o controle entre os processos e hierarquias funcionais das Organizações.

6. Contexto da organização

É necessário considerar o fator socioeconômico da Organização e seu relacionamento direto com as partes interessadas, tanto interna quanto externa. O objetivo é analisar a sua visão, missão, ameaças e oportunidades, assim como suas fraquezas, problemas ou mesmo questões que possam impactar no planejamento do Sistema de Gestão de Qualidade.

7. Desaparece o conceito de ação preventiva

Os requisitos 4.1 e 6.1 que antes uniam o conceito da ação preventiva, agora passam a assessorar as organizações na análise de riscos e oportunidades com mais amplitude.

Contudo, a ISO 9001:2015 não mais se agregada às ações corretivas e às de não-conformidades. Isto significa que às Estruturas de Alto Nível ase apresentam às novas regras, embora não incluam qualquer cláusula.

8. Foco nas partes interessadas

A nova norma não fala apenas sobre os clientes, mas das responsabilidade que estes devem assumir com as partes interessadas. Busca-se estabelecer requisitos que atendam às necessidades e expectativas das partes interessadas. Isto signifca: Organização e Cliente. Sendo dever da Organização determinar tanto as partes interessadas quanto as suas exigências.

9. Informação documentada

Ao longo de toda a Norma se fala em informações documentadas, embora desapareçam os documentos e registros. Cabe ressaltar que, embora a ISO 9001:2015 não exija o Manual de Qualidade nos procedimentos documentados, não significa que as organizações não precisem mais usá-las.

10. Gestão do conhecimento e competência pessoal

É importante que a organização envolva a todos e que estes sejam competentes e capacitados. Isso gera valor agregado ao trabalho realizado. Além disso, é possível definir o conhecimento necessário para o funcionamento do Sistema de Gestão. Consequentemente, garante-se a conformidade dos produtos e serviços, visando a satisfação do cliente.

11. Enfase nos processos terceirizados

Os critérios para a avaliação não serão iguais a todos, deve-se levar em consideração a criticidade e a confiabilidade nos negócios. Através da certificação ISO 9001:2015, as Organizações devem tratar os seus respectivos clientes/fornecedores como parceiros.

Entenda como as mudanças da ISO 9001:2015 pode trazer benefícios e contribuir no crescimento e desenvolvimento de toda a organização.

Quem nos dá uma palinha desse vasto mundo das Normas ISO é Deivison Pedroza, CEO da Verde Ghaia que compartilha conosco sua experiência com mais de 20 anos no mercado nacional e internacional.

Chegou a hora de colocar em prática seu conhecimento sobre a ISO. Mas, se ainda tem alguma dúvida de como aplicar os requisitos da ISO 9001:2015 – Sistema de Gestão da Qualidade, conheça o nosso Cursos EAD da Verde Ghaia.


E para saber mais sobre as novas versões das normas? 
Baixe GRÁTIS nossos E-BOOKs sobre a ISO 9001 versão 2015 e da ISO 14001 versão 2015 Para mais informações acesse: Consultoria Online Verde Ghaia

Leia Mais:

https://www.verdeghaia.com.br/blog/comece-2019-turbinando-a-gestao-da-sua-empresa-utilizando-a-iso-9001%ef%bb%bf/
https://www.verdeghaia.com.br/blog/normas-internacionais-e-gestao-de-risco/

Uma Introdução à Identificação e Avaliação de Riscos de Processo


 

A globalização dos negócios trouxe mudanças importantes, impulsionando o aumento dos requisitos dos clientes e trazendo a necessidade de novas práticas para a melhoria da competividade nas organizações.

Cada organização é diferente e a norma ISO 9001 requer que as organizações determinem o contexto específico do negócio no qual trabalham para assegurarem que o seu Sistema de Gestão da Qualidade é apropriado a esse contexto.

Para isso, deve-se realizar uma atividade de observação, análise e avaliação do interior e exterior da Organização, para determinar fatores que a influenciam, positiva ou negativamente.

Estes podem afetar o seu propósito, a sua intenção estratégica e a sua capacidade para atingir os resultados que pretende alcançar, garantindo a conformidade dos produtos e serviços com os requisitos dos clientes e legais, e o aumento da satisfação dos clientes.

Nesse sentido, a Gestão de Riscos, mostra uma nova abordagem na evolução da história da qualidade. Uma das principais mudanças na revisão 2015 da ISO 9001 foi estabelecer uma abordagem sistemática ao risco, em vez de tratá-lo como um único componente de um sistema de gestão da qualidade.

Na nova versão, as ações preventivas continuam sendo obrigatórias, mas as mesmas não estão explícitas. O conceito de ação preventiva na versão 2015 da norma é reforçada como uma forma de eliminar ou mitigar riscos, o que pode ser considerado um grande desafio para algumas empresas.

Adotando uma abordagem baseada no risco, as organizações tornam-se proativas ao invés de puramente reativas, prevenindo ou reduzindo os efeitos indesejados e promovendo a melhoria contínua.

Como é definido processo de uma organização?

Processo é um conjunto de recursos e atividades inter-relacionadas que transformam insumos (entradas-inputs) em produtos/serviços (saídas-outputs).

Um sistema de gestão deve ser conciso, rápido de construir, fácil de administrar e ter uma interface amigável, estruturado em processos, tornando-se assim mais palpável.

Todo bom sistema precisa de uma estrutura de gerenciamento da qualidade enxergando a organização como um “ser vivo”, composto de vários processos interligados e interativos, buscando atingir objetivos em comum.

Pensamento baseado em risco

  • Não é novo
  • É algo que você já faz
  • É contínuo
  • Garante maior conhecimento e preparação
  • Aumenta a probabilidade de alcançar os objetivos
  • Faz com que a prevenção se torne um hábito

O pensamento baseado em Gestão de Riscos, “Risk-Based Thinking”, é algo que todos nós fazemos automaticamente, por vezes sem tomar consciência. Como quando vamos, por exemplo, atravessar uma rua.

O “pensamento baseado em risco” sempre esteve presente na ISO 9001, e essa revisão considera o risco em toda a norma, desde o começo, tornando a ação preventiva parte do planejamento estratégico, assim como da operação e da revisão.


Quer saber mais sobre Identificação e Avaliação de Riscos de Processo? É só se inscrever no Curso On-line desenvolvido pelo Verde Ghaia!

 


Blog VG