Arquivos responsabilidade social | Grupo Verde Ghaia
×

O que é Responsabilidade Social? Por que devo adotar essa prática?


 

Responsabiliade Social, segundo a ISO 26000:2010, Norma Internacional que estabelece tais Diretrizes, afirma que “a responsabilidade social se expressa pelo desejo e pelo propósito das organizações em incorporarem considerações socioambientais em seus processos decisórios, bem como, responsabilizar-se”.

O que se entende por Responsabilidade Social?

De acordo com a ABNT NBR ISO 26000:2010 e ABNT NBR 16001:2012 e definição de Responsabilidade Social é:

“Responsabilidade de uma organização pelos impactos de suas decisões e atividades na sociedade e no meio ambiente, por meio de um comportamento ético e transparente que: Contribua para o desenvolvimento sustentável, inclusive a saúde e o bem-estar da sociedade; leve em consideração as expectativas das partes interessadas; esteja em conformidade com a legislação aplicável e seja consistente com as normas internacionais de comportamento, e esteja integrada em toda a organização e seja praticada em suas relações.”

NOTA 1 Atividades incluem produtos, serviços e processos.

NOTA 2 Relações referem-se às atividades da organização dentro de sua esfera de influência.

A ABNT NBR ISO 26000:2010 ainda traz o significado do termo desenvolvimento sustentável como “desenvolvimento que satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das futuras gerações de suprir suas próprias necessidades.”

Responsabilidade Social como estratégia empresarial

Várias empresas atualmente utilizam a responsabilidade social como estratégia de marketing para se destacarem no mercado e assim, buscar também, a lucratividade.

O destaque no mercado se dá através da divulgação das ações da empresa por meio de propagandas em mídia, redes sociais, destaques em embalagens do produto, divulgação de Balanço Social, Relatório de Sustentabilidade, entre outras estratégias de marketing criadas para fidelizar e atrair novos clientes, garantindo seu espaço na vida do consumidor e de seus stakeholders.

Contudo, importante destacar que essa estratégia divulgada ao mercado é realizada através de ações voltadas à sociedade. Isso porque a sociedade é o foco principal da Responsabilidade social. A partir desse ponto de vista, pode-se quase afirmas que as organizações assumem, de certo modo, o o papel do “Estado”, já que muitas vezes, o próprio Estado não consegue atender à todas as demandas sociais e ambientais, consideradas essenciais e primordiais para a sociedade.

Empresas que desenvolvem e apoiam ações de responsabilidade social saem na frente de seus concorrentes, atingindo seu púbico alvo, melhorando a reputação da marca, fidelizando seus clientes e prospectando novos, pois boas ações sociais contribuem para a qualidade de vida da população, proporcionando inclusão social, atendendo aos interesses econômicos e ambientais da sociedade, melhorando assim, a perspectiva de vida da população.

Como divulgar a imagem corporativa através de programas de Responsabilidade Social?

Consumidores, clientes, doadores, investidores e proprietários estão, de várias formas, exercendo influência financeira sobre organizações em relação à responsabilidade social. As expectativas da sociedade sobre o desempenho das organizações continuam a crescer. Em muitos lugares, a legislação que defende o direito da comunidade de obter informações dá às pessoas acesso a informações detalhadas sobre as decisões e atividades de algumas organizações. Um número crescente de organizações está se comunicando com suas partes interessadas, inclusive produzindo relatórios de responsabilidade social para atender às necessidades das partes interessadas de informações sobre o desempenho da organização.

Estes fatores dão às organizações a oportunidade de se beneficiar com a aprendizagem sobre novas formas de fazer as coisas e solucionar problemas. Isso significa que as decisões e atividades das organizações estão sujeitas a uma investigação cada vez mais aprofundada por uma série de grupos e indivíduos. Políticas ou práticas adotadas pelas organizações em diferentes lugares podem ser rapidamente comparadas.

Portanto, cada vez mais as empresas vêm impulsionado sua imagem corporativa através de ações de Responsabilidade Social através do marketing, divulgando permanentemente  seus programas e ações de responsabilidade social empresarial por meio da divulgação do Balanço Social, Relatório de Sustentabilidade, buscando parceiros para aumentar o potencial organizacional e desenvolvendo programas que contribuam de maneira sustentável para a sociedade estimulando a conscientização ambiental, social e econômica em crianças, jovens e adultos.

Elissa Buba Amaral / Consultora Jurídica



Evolução do Conceito de Responsabilidade Social


 

Organização das Nações Unidas

A Organização das Nações Unidas (ONU) é uma instituição internacional formada por 192 Estados soberanos, fundada após a 2ª Guerra Mundial para manter a paz e a segurança do mundo, estimular relações cordiais entre as nações, promover progresso social, melhores padrões de vida e direitos humanos.

As Nações Unidas são constituídas por seis órgãos principais:
Assembleia Geral
Conselho de Segurança
Conselho Econômico e Social
Conselho de Tutela
Tribunal Internacional de Justiça
Secretariado.

Todos estão situados na sede em Nova York, com exceção do Tribunal que fica em Haia, na Holanda. O Brasil participa dos processos de tomada de decisão e do trabalho das Nações Unidas principalmente por meio de quatro representações permanentes — nas cidades de Nova York (Estados Unidos), Genebra (Suíça), Roma (Itália) e Paris (França).

Compreendendo o conceito de responsabilidade Social

Deve-se antes de tudo, compreender o conceito de responsabilidade social corporativa, isto é, a responsabilidade que as organizações assumem. Isso ocorre quando elas decidem de modo voluntário contribuir para uma sociedade mais justa e um ambiente mais limpo, propondo programas sociais que contribuam com as comunidades locais e seus entornos.

Outra forma de compreender o conceito para a responsabilidade social empresarial é através da relação ética e transparente da empresa com as comunidades locais, bem como toda a sociedade, visando o desenvolvimento sustentável e preservando recursos.

Organização Internacional do Trabalho – OIT

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) é uma das entidades que mais auxiliou na elaboração da SA 8000. Boa parte do trabalho elaborado foi baseada nas normas e nas convenções da OIT. Fundada em 1919 com o objetivo de promover a justiça social, a Organização Internacional do Trabalho é a única das Agências do Sistema das Nações Unidas que tem estrutura tripartite, na qual os representantes dos empregadores e dos trabalhadores têm os mesmos direitos que os do governo. No Brasil, a OIT tem mantido representação desde 1950, com programas e atividades que têm refletido os objetivos da Organização ao longo de sua história.

Organização SAI

A sigla SAI quer dizer Social Accountability International – uma organização internacional sem fins lucrativos dedicada ao tratamento ético dos trabalhadores ao redor do mundo. Seu objetivo é garantir o cumprimento dos mais elevados padrões éticos, integrando ferramentas de gestão que atendam às necessidades dos trabalhadores e das empresas. Vários Organismos da ONU como a Organização Internacional do Trabalho (OIT) juntamente com especialistas e representantes de stakeholders foram os responsáveis pela criação da SAI.

SA 8000:2008 – Responsabilidade Social

A elaboração do padrão SA 8000, finalizado em 1997, foi impulsionada por denúncias de utilização de mão-de-obra infantil e escrava na indústria chinesa de brinquedos, principal fornecedora das redes americanas de varejo.

A norma trata de questões como mão-de-obra infantil, segurança e saúde do trabalhador, liberdade de associação, discriminação, remuneração e horas extras, além de estabelecer critérios éticos balizadores das ações e relações da empresa com os públicos com os quais interage — funcionários, consumidores, fornecedores e a comunidade. Nessa perspectiva, pode-se pensar que o objetivo da Responsabilidade Social é influenciar a efetivação desses valores em todos os elos dessa cadeia e contribuir para uma sociedade politicamente correta, que seja voltada às ações sociais, trazendo benefícios a todas as partes interessadas, isto é, a sociedade.

A intenção da SA 8000 é oferecer um padrão que se baseia em normas internacionais de direitos humanos que visa a qualidade de vida, ética e transparência, desenvolvimento sustentável, permeando os conceitos da Responsabilidade social. Além disso, destaca-se que são as leis trabalhistas nacionais que irão proteger e habilitar todo o pessoal dentro do escopo de controle e influência de uma empresa, que produzam ou forneçam serviços para a mesma, incluindo o pessoal empregado, bem como o pessoal de fornecedores/subcontratados, subfornecedores e trabalhadores em domicílio.

Especificidades da Norma

A SA 8000, versão 2008, é um padrão auditável por um sistema de verificação de terceira parte, que estabelece requisitos voluntários a serem atendidos por empregadores no ambiente de trabalho, incluindo-se os direitos dos trabalhadores, as condições no local de trabalho e os sistemas de gestão.

Os elementos normativos deste padrão são baseados na legislação nacional, em normas internacionais de direitos humanos e nas Convenções da OIT. A SA 8000 é estruturada em moldes similares à ISO 9000 (Sistema de Gestão da Qualidade) e à ISO 14000 (Sistema de Gestão Ambiental). A semelhança facilita sua implementação por empresas que já conhecem os outros sistemas.

A norma é considerada uma importante referência para um tipo de consumidor cada vez mais frequente nos principais mercados do mundo, que faz questão de saber como o artigo ou serviço que está adquirindo foi produzido, rejeitando aqueles que possam incorporar procedimentos contrários aos princípios de responsabilidade social.

A SA 8000 funciona como um código voluntário de conduta e foi feita baseando-se nas normas da Organização Internacional do Trabalho (OIT), na Declaração Universal dos Direitos Humanos e na Declaração Universal dos Direitos da Criança da ONU. A sua elaboração foi iniciada por ocasião do 50º aniversário da Declaração dos Direitos Humanos da ONU.

 

Esse conteúdo faz parte do curso On-line Legislação de Responsabilidade Social da Verde Ghaia.

 


Blog VG