V Seminário de Abertura Legislativa: união do setor público e privado
×

As perspectivas e desafios do setor público e privado brasileiro para 2020

 

União do setor público e privado. As perspectivas e os desafios do setor público e privado brasileiro para 2020 têm sido pauta de discussão em diversos grupos sociais. E no artigo de hoje, daremos um panorama sobre o rumo que o país está tomando, apresentando o que foi discutido no V Seminário de Abertura do Legislativo.

Boa leitura!

V Seminário de Abertura do Legislativo

Na quarta-feira passada, dia 12 de fevereiro, participei do V Seminário de Abertura do Legislativo, realizado em Brasília pelo Grupo Voto. O evento reuniu os principais líderes do governo e grandes empresários brasileiros. Foi sem dúvida uma grande oportunidade para conhecer os projetos que vêm sendo desenvolvidos no país e que ainda estão previstos para acontecerem no ano de 2020, permitindo uma aproximação muita rica entre governo federal e o setor produtivo.

V Seminário de Abertura do Legislativo, realizado em Brasília pelo Grupo Voto. Deivison Pedroza palestrante.

Painéis de discussão sobre desenvolvimento e meio ambiente

Ao longo do dia foram realizados seis painéis. O primeiro foi sobre “Economia Verde e os Desafios Ambientais no Brasil”, cuja abertura se deu com a palestra do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. O painel foi coordenado por Stéphane Engelhard, Vice-Presidente do Grupo Carrefour Brasil. Arnaldo Jardim, Deputado Federal pelo Cidadania-SP, Luiz Gonzaga, presidente da Associação Brasileira de Empresas de Tratamento de Resíduos e Efluentes (ABETRE) e Alceu Moreira, Deputado Federal pelo MDB-RS e Presidente da Comissão de Agropecuária na Câmara dos Deputados, também trouxeram grandes contribuições para este painel.

O segundo momento foi dedicado ao painel “Líderes do Novo Brasil e os Desafios do Congresso em 2020”, coordenado por Gabriela Manssur, promotora de Justiça. Nele participaram os deputados federais Marcel Van Hattem (Novo-RS), Pedro Bezerra (PTB-CE) e Felipe Rigoni (PSB-ES) e a deputada federal Paula Belmonte (Cidadania-DF).

Após a discussão sobre investimento na criança, na tecnologia e a consciência e poder do voto dos jovens líderes no congresso, houve a palestra de Onyx Lorenzoni, até então ministro da Casa Civil e agora atual ministro da Cidadania, cujo tema foi “Prioridades e Desafios do Governo Bolsonaro em 2020”. Em sua fala, Onyx destacou os avanços do Brasil em 2019, que permitiram a conquista da confiança para seguirmos rumo ao crescimento.

Sugestão de leitura: Brasil de Ideias recebe o Pacto pela Integridade e Compliance em Sustentabilidade – PICS

Reforma Tributária para um país moderno e Competitivo

O terceiro painel tratou sobre as “Reformas Prioritárias para um Brasil Moderno e Competitivo” tendo a coordenação de Edson Vismona, presidente do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (ETCO) e a participação de Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, do deputado federal Filipe Barros (PSL/PR), de Jorge Gerdau Johannpeter, presidente do Movimento Brasil Competitivo e de Luiz Carlos Moraes, presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA).

Neste painel foram discutidas a importância das reformas estruturantes para o Brasil, especialmente as reformas administrativas, tributárias e o Pacto Federativo.

O período da tarde se iniciou com a palestra do ministro da Infraestutura, Tarcísio de Freitas, apontando todos os avanços obtidos no ano passado e os grandes projetos na área de infraestrutura para 2020, com investimentos também no setor portuário e aeroportuário. Não é à toa que ele é conhecido como o “trator que acelera o governo federal”.

Sugestão de leitura: Reforma Tributária em debate: mais uma edição do Brasil de Ideias

Infraestrutura e seus Impactos na Geração de Negócios

Deivison Pedroza, CEO do Grupo Verde Ghaia; Wilson Ferreira, Presidente da Eletrobras; Ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

Em seguida, aconteceu o painel “Infraestrutura e seus Impactos na Geração de Negócios”, no qual eu participei trazendo a importância da questão da sustentabilidade quando se fala de infraestrutura e da necessidade urgente de modernização das questões ambientais. Participaram do painel o Ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas, Wilson Ferreira, presidente da Eletrobras e o deputado federal Vinicius Poit (Novo/SP) também participaram do painel, que teve a coordenação da deputada federal Bia Kicis (PSL-DF).

O quarto painel do dia foi sobre “Inovação e Tecnologia para Transformar o Futuro do Brasil”, com a coordenação de Marco Alexandre, CEO da GFT e Fundador do projeto Meu Futuro Digital, participaram Marcos Troyjo, secretário de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais, Paulo Uebel, secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Marco Stefanini, Fundador do Grupo Stefanini e Laércio Albuquerque, presidente da Cisco.

Nele painel, discutiu-se novamente a importância de reformas estruturantes, especialmente no que tange às questões de pesquisa, inovação e desenvolvimento, para que possamos nos destacar no cenário internacional, traçando uma rota para o futuro do trabalho através da tecnologia.

Os Desafios para Alcançar a Excelência na Saúde

No quinto painel participou o até então ministro da Cidadania, Osmar Terra, que discutiu “Os Desafios para Alcançar a Excelência na Saúde” com Roberto Vilela, CEO da RV Ímola Logística, Raul Cutait, Médico no Hospital Sírio Libanês e Fernando Careli, diretor de Assuntos Corporativos Ferrero. Foi o momento de discutir sobre o problema das drogas no Brasil, que deve ser enfrentado com urgência, e também sobre a necessidade de repensar a formação de médicos e de investir em inovação e tecnologia para se alcançar a excelência na saúde.

Para encerrar o dia, aconteceu a palestra do ministro da Economia, Paulo Guedes, que fez um balanço do governo desde o seu início e dos desafios, que estamos aptos, a enfrentar daqui para frente.

Sugestão de leitura: LMA Summit: uma breve discussão sobre Compliance Ambiental das Empresas

União do setor público e privado: Brasil está preparado?

Tudo isso aconteceu em apenas um dia. Mas, saí de lá muito satisfeito com o que ouvi. E cheio de esperanças que agora finalmente é possível pensar em um desenvolvimento conjunto para o nosso país, unindo setor público e setor privado em prol de um objetivo comum. A ideia não é mais segregação ou discussões que não levam a nada. Não é mais atrapalhar ou impedir o trabalho de um ou de outro. O momento agora é de avançarmos juntos para construirmos um Brasil que nos dê orgulho e vontade de viver.

E claro, quero dividir tudo com vocês. Como cada palestra e cada painel trouxeram muitos aprendizados, reflexões e debates importantíssimos para todos nós.

Por isso, resolvi escrever uma série de textos sobre cada um deles, trazendo à tona alguns assuntos que merecem nossa atenção. Cada um destes textos trará as informações que foram apresentadas e discutidas no dia 12.02.2020, mas não só isso. Eu quero agregar também acontecimentos mais recentes que estão na mídia e que se relacionam com o que foi falado pelos empresários, deputados e ministros.

Meu objetivo é que assim, vocês também possam analisar para onde estamos indo e, quem sabe, compartilhar do mesmo sentimento de satisfação e esperança que eu. É claro que se quiserem, podem apontar o que ainda é preciso ser feito, onde deve ser olhado, e quais os outros caminhos necessários para poder unir o setor público e o privado neste ano de 2020.

O caminho pode não ser fácil, mas o primeiro passo já está sendo dado! Estou esperançoso com essa nova perspectiva de crescimento e desenvolvimento do Brasil! Avante Brasil!

Deivison Pedroza, CEO do Grupo Verde Ghaia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *